Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Hora de parara e pensar para decidir

Tibúrcio Bezerra Morais

De hoje a pouco mais de dois meses, estaremos elegendo aquele ou aquela que comandará os destinos nacionais pelos próximos quatro anos. Não apenas isto. Renovaremos dois terços do Senado, elegeremos 513 deputados federais e mais de mil deputados estaduais. Queiramos ou não, vamos ficar frente a frente com uma alcateia de lobos famintos.
Afogados em problemas das mais diversas configurações, participaremos de um embate político-eleitoral gigantesco. Sua repercussão tem o condão de abalar desde os mais pacatos e recatados pedaços do sertão aos mais agitados e desiguais bolsões populacionais, sedimentados nos grandes centros urbanos.
Apesar da apatia e do visível desânimo do eleitorado, haverá um momento em que as paixões reacendem-se e que a campanha cresce. É nesse momento que poderemos qualificar o verdadeiro sentimento nacional. Hoje o povo não se cansa de reprovar políticos e governantes. O cenário é embaçado e está cada vez mais confusa a visão do amanhã.
Os seguidos fracassos, ora da direita, ora da esquerda, que sempre se misturam através de pactos mentirosos e imorais, estabeleceram no país um modelo estranho de governar. Já há candidato falando em rever as atuais medidas moralizadoras assumidas pela nossa justiça, porque estão causando dano ao PODER POLÍTICO.
Não deve ser este o discurso de um democrata. Se o Judiciário é um poder nocivo, imaginem os outros dois, onde se concentram, com algumas exceções, criaturas sem escrúpulo e sem compostura, totalmente despreparadas para representar o povo, segundo os preceitos republicanos. Mentem e roubam a nação e assim querem permanecer.
Com este time de vilões torna-se impossível defendermos a soberania do Brasil e a liberdade do seu povo. Destarte, minha gente, a hora é de pensar muito para decidir bem. Porque as eleições podem ser um marco na história. Com tantos carreiristas disputando cargos eletivos, verdadeiras figurinhas carimbadas, cabe-nos a responsabilidade de fazer escolhas corretas e bem mais alvissareiras.

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário