Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » » Ampliação de programa levará internet a 5.296 municípios

Serão beneficiados 27,7 milhões de alunos de 70 mil escolas urbanas a partir de 2020  Solenidade de Ampliação do Programa Educação Conectada nas Escolas e Comemoração do Dia da Bandeira. Foto: José Dias/PR
Asolenidade de ampliação do Programa de Educação Conectada, nesta terça-feira (19), no Palácio do Planalto contou com a presença de estudantes do ensino médio de Brasília que cantaram o Hino da Bandeira para comemorar a data deste símbolo nacional.
A expansão do programa permitirá a chegada da internet a 27,7 milhões de alunos de 70 mil escolas urbanas a partir de 2020. Ao todo, serão beneficiados alunos de 5.296 municípios e será feito um investimento de R$ 224 milhões.
“Pra mim é muito simbólico, neste Dia da Bandeira, estar anunciando que, nas cidades que tem internet, absolutamente todas as escolas estarão conectadas e isso não é uma coisa pra daqui a seis meses, é na volta às aulas”, disse o ministro da Educação, Abraham Weintraub. “O que era raro, isto é, uma escola pública com internet, passa a ser a regra”, ressaltou.
O ministro explico ainda que, não apenas os estudantes, mas toda a comunidade local se beneficia. “As famílias que moram em volta vão poder usar, no final de semana, o wi-fi da escola trazendo as famílias para a escola”, esclareceu.
O secretário de Educação Básica do MEC, Janio Carlos Macedo, contou que o ministério trabalha na produção e disponibilização de 174 recursos educacionais digitais para apoiar os professores e alunos na utilização de tecnologia de forma integrada ao currículo.
“Demos hoje importante passo para universalização do acesso à rede mundial de computadores (...) cumprindo o compromisso de se buscar continuamente a redução das desigualdades sociais do país por intermédio de uma educação de qualidade”, afirmou o secretário de Educação Básica.
As escolas rurais também estão sendo conectadas. Nas instituições que ficam em locais de difícil acesso, a conexão ocorre via satélite e já chegou a sete mil escolas rurais alcançando 2,2 milhões de alunos. A meta é atingir oito mil escolas rurais até o fim de 2019. O MEC já repassou R$ 60 milhões ao ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.
Além de levar internet, o MEC está investindo no desenvolvimento de conteúdos e treinamento de professores para o uso da tecnologia na educação com a criação do ambiente virtual de aprendizagem. Só neste ano, mais de 100 mil professores concluíram cursos na plataforma.
O Educação Conectada tem o objetivo de apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica. 
No site do programa ou no aplicativo Educação Conectada, é possível utilizar o Medidor Educação Conectada para pesquisar os dados de conectividade de uma região, estado, cidade ou escola. O Medidor ainda permite à escola, a qualquer momento, medir a qualidade de sua conexão. Os resultados são usados pelo MEC para avaliar se as redes contratadas nas escolas estão compatíveis com o Programa de Inovação Educação Conectada.
Presidente Jair Bolsonaro com estudantes de Brasília durante Solenidade de Ampliação do Programa Educação Conectada.  Foto: Isac Nóbrega/PR

Concurso vai selecionar 10 desenhos da andeira nacional

Além da expansão do programa, foi anunciado também o primeiro Concurso Sua Arte no Livro Didático. É a oportunidade de alunos do ensino médio de escolas públicas mostrarem o talento e terem um desenho seu da bandeira do Brasil estampado na quarta capa dos livros didáticos de 2021.
O concurso do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai selecionar 10 desenhos da bandeira brasileira feitos por alunos. Serão dois por região. Além do desenho estampado, os cinco primeiros colocados, um de cada região, vão ganhar um computador e uma viagem à cidade de São Paulo para a premiação, que ocorrerá na Bienal Internacional do Livro. Os outros cinco colocados serão premiados com um tablet e a viagem à capital paulista.
“É com muito orgulho que, no dia em que comemoramos o Dia da Bandeira, (...) lançamos um concurso para todos os jovens do ensino médio da rede pública brasileira para que, utilizando a sua criatividade para o bem, possam homenagear a bandeira do Brasil”, comemorou o presidente do FNDE, Rodrigo Dias.
Criatividade, contemporaneidade, harmonia estética, autenticidade e expressividade serão os critérios avaliados pela comissão que será composta por três representantes do FNDE, um ilustrador profissional e um aluno da rede pública maior de 12 anos que não esteja participando do concurso.
Os professores e escolas dos alunos vencedores recebem uma placa de participação. A inscrição deve ser feita pelo diretor da escola no site do FNDE.

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário