Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » Difícil saída política no Chile

BBC


O governo do Chile se reuniu ontem com a oposição para buscar uma saída consensual da crise social sem precedentes no país, que já deixou 20 mortos e uma perspectiva sombria em Santiago, mas o encontro não convenceu os partidos da esquerda. A maior crise registrada no Chile desde o retorno à democracia levou o presidente do país, Sebastián Piñera, a cancelar na quarta-feira a reunião de líderes do fórum econômico da Apec (cúpula dos países da Ásia-Pacífico) e a cúpula climática da ONU COP-25, que seriam realizadas em algumas semanas na capital.

A decisão teve grande impacto no turismo e comércio, áreas afetadas por duas semanas de manifestações, várias delas muito violentas. Diferentemente do primeiro encontro organizado três dias após o início dos protestos, no último dia 18, o governo de Piñera não excluiu nenhuma legenda representada no Parlamento, entre eles o Partido Comunista, que não participou da reunião no palácio presidencial.

Após duas horas de deliberações, Álvaro Elizalde, presidente do Partido Socialista, o principal grupo da oposição, garantiu que “não existe disposição para ouvir as demandas dos cidadãos”. Já o líder do Partido Pela Democracia (PPD), Heraldo Muñoz, disse que não há “sinais claros ainda a favor do diálogo”.

Com um perfil mais aberto ao diálogo do que seu antecessor, o novo ministro do Interior, Gonzalo Blumel, assumiu a missão de liderar o diálogo político destinado a encontrar uma saída para a crise social, que gerou uma queda na popularidade de Piñera. Blumel, que foi empossado na segunda-feira passada após uma reforma ministerial comandada por Piñera, disse à imprensa que durante o encontro se definiu com a oposição chegar a “um entendimento, idealmente nos próximos dias, nas próximas semanas”.

Do site: Estado de Minas


«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário