Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » Líderes das finanças mundiais fazem apelo por resposta global coordenada

O Instituto de Finanças Internacionais (IIF, na sigla em inglês), que representa mais de 450 instituições financeiras em 70 países, publicou hoje um comunicado no qual faz um apelo aos formuladores de políticas para evitar futuras distorções nos mercados financeiros diante dos desafios de fornecer respostas aos impactos da pandemia de coronavírus.
“É essencial que as potenciais decisões relacionadas a interpretações, ajustes e customização de regulações sejam propriamente coordenadas, considerando o trabalho global dos órgãos de padronizações, como o Financial Stability Board, o Comitê de Basileia, a Iosco e o Iais”, escreveram o presidente do conselho do IIF e presidente do conselho do UBS, Axel Weber, junto com o presidente e CEO do IIF, Tim Adams.
Foto: Mercado e Consumo
“Tais medidas se referem a elementos essenciais do capital global e matriz de liquidez para os bancos tal como colchões de capital e liquidez e o tratamento de provisões, apenas para citar alguns. Ações coordenadas podem assegurar não apenas maior efetividade das medidas que em última instância se aplicam aos mercados globais, mas também a manter um campo de jogo nivelado que minimize distorções competitivas.”
A pandemia de Covid-19, acrescentam os executivos, “continua a causar pressões significativas nos mercados, criando disrupções e impactando o funcionamento adequado dos mercados de crédito, [desse modo] no curto prazo os formuladores de políticas podem ter de se mover em novas realidades de respostas — incluindo medidas de políticas regulatórias e de supervisão com objetivos específicos”.
O anúncio de um encontro virtual dos líderes do G20 “é um passo positivo para avançar em uma resposta coordenada a pandemia de covid-19 e suas implicações humanas e econômicas”.
Conforme Weber e Adams, “nenhum país ou região pode superar esse desafio sozinho”. Para os dirigentes, “nós vivemos em um sistema global e integrado e qualquer outra abordagem que não seja global e integrada vai se provar infrutífera”.
Sérgio Tauhata
Valor Econômico

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário