Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » 333 mil Famílias beneficiadas com a isenção nas contas de água

A professora de educação infantil Maria de Jesus nunca imaginou que o período de enfrentamento ao coronavírus mudaria tanto a vida e as prioridades na rotina da família. Moradora do bairro Floresta, em Fortaleza, ela foi uma das beneficiadas com a medida adotada pelo Governo do Ceará que isenta o pagamento das faturas da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) para imóveis de padrão básico, que consomem até 10m³ por mês.
Casada e mãe de três filhos, dos quais apenas um ainda mora com ela, Maria de Jesus viu a renda familiar reduzir pela metade quando o marido, motorista de passeios de turismo, parou de trabalhar seguindo às recomendações de isolamento social adotadas pelo governador Camilo Santana.
Para ela, receber a fatura da conta de água zerada, paga pelo Governo do Ceará, foi fundamental diante da situação. “Saber que vamos ter a garantia de um serviço essencial por três meses, independente da condição financeira, não é só um alívio para nossa qualidade de vida, como também para nossa saúde mental, que fica prejudicada quando nos atemos a pensar tanto em dívidas”, destaca a professora.
Assim como Maria de Jesus, outras 333 mil famílias de municípios atendidos pela Cagece no Ceará já receberam, esse mês, a conta de água zerada, com isenção garantida pelas condições de padrão do imóvel e nível de consumo.
Além da isenção de faturamento para imóveis de padrão básico que consomem até 10m³ por mês, a cobrança da tarifa de contingência para imóveis de padrão regular, na capital e municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), está suspensa.
Juntas, as duas medidas já beneficiaram cerca de 541 mil famílias até agora. Desse total, aproximadamente 208 mil tiveram a cobrança da tarifa de contingência suspensa na fatura do mês. As duas medidas, adotadas pelo Governo do Ceará no início da crise com o novo coronavírus, valem por três meses.
Com a política pública, o Estado cumpre o papel constitucional de garantir qualidade de vida e segurança da população em meio à pandemia. As medidas possuem impacto direto na garantia da prestação de serviços essenciais para famílias de baixa renda, por exemplo.

Benefício garantido

Do outro lado da cidade, no Planalto Ayton Senna, a vendedora autônoma Ana Paula Coelho também teve a renda comprometida quando decidiu não sair de casa para evitar contaminação pelo coronavírus. Paulinha, como é conhecida no bairro, é vendedora ambulante de roupas e vende, porta a porta, peças para todos os estilos.
A vendedora, que também foi beneficiada com a isenção das faturas da Cagece, diz sentir-se grata com o benefício. “Não é fácil ser autônoma nesse momento. A quarentena está interferindo diretamente na minha renda. Foi um alívio muito grande pegar minha conta de água esse mês e ver que estava zerada. Nós, que somos autônomos, só temos dinheiro se fizermos as vendas, ou seja, não tem dinheiro se não sair de casa. A gente pensa nas contas se acumulando, se preocupa e só consegue agradecer quando chega uma ajuda tão grande quanto essa, uma conta a menos,” agradece.
Ainda em Fortaleza, no bairro Vicente Pinzón, Márcia Rogéria, que ficou desempregada no início da pandemia também já percebe de perto o efeito das medidas adotadas pelo Governo do Ceará. Ela trabalhava como recreadora em um shopping da cidade e teve os serviços dispensados com o encerramento temporário das atividades devido ao coronavírus.
No caso de Márcia Rogéria, que hoje conta apenas com a renda do marido, o benefício chegou em dose dupla. Nos últimos dias ela recebeu isentas as contas de água e energia elétrica. “Fiquei muito feliz quando recebi a conta da Cagece e a de energia zeradas. Foi uma economia muito grande nesse momento, porque também temos que pagar aluguel e outros serviços que não podem faltar. Estamos utilizando o dinheiro que a gente economizou com esse benefício para comprar alimento”, explica Márcia.
No extremo sul do Ceará, no município de Mauriti, Ananda Brilhante, prestadora de serviços autônomos também foi surpreendida com a conta de água zerada. “É um momento muito complicado e, sem dúvida, uma medida muito prudente por parte do governo e da Cagece. Como sou autônoma, a isenção da conta de água foi uma grande ajuda”, relata.

Novos hábitos na relação com a água

Durante o isolamento social, com mais gente em casa, o uso responsável da água é um desafio que muitas famílias precisam ficar atentas. Isso porque o Ceará ainda atravessa um estado crítico de escassez hídrica e, portanto, é importante que a população mantenha hábitos de uso responsável da água, sem deixar de lado a higienização necessária no combate ao coronavírus.
Ascom Cagece - Texto e Fotos

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário