Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Ceará deve receber equipamentos hospitalares para enfrentamento ao coronavírus até 15 de abril, diz governador


Parte dos equipamentos comprados pelo Governo do Estado para o combate à pandemia do novo coronavírus deverá chegar até o dia 15 de abril. Os produtos, comprados na China, deverão começar a ser entregues ainda nesta semana. A informação foi confirmada pelo governador Camilo Santana durante uma transmissão ao vivo pelo Facebook, na tarde desta segunda-feira (6).


"Essa semana já se inicia a chegada de equipamentos e até o fim da primeira quinzena [de abril] já chegue parte dos equipamentos comprados fora do Brasil para equipar os hospitais no Ceará", disse Camilo.

A lista deve incluir equipamentos de proteção individual, respiradores e outros insumos.
Ceará tem 1.023 casos confirmados de coronavírus e 31 óbitos, segundo balanço da Secretaria da Saúde do Estado divulgado nesta segunda.
O governador ainda destacou a dificuldade que o Estado tem enfrentado para comprar esses equipamentos. Para minimizar os problemas de competitividade na hora de adquirir os insumos no mercado internacional, o Governo do Ceará tem se reunido com outros governos de estados nordestinos para fazer compras coletivas.
"Muitas empresas aqui já estão produzindo máscaras e outros materiais de equipamento de proteção individual, pois é importante termos estoques para proteger os profissionais de saúde", disse Camilo.

Renda básica
O governador do Ceará também destacou que teve uma reunião com governadores do Nordeste que há uma preocupação relacionada à liberação da renda básica aos trabalhadores informais.
A medida do Governo Federal deverá pagar R$ 600 para os trabalhadores sem carteira assinada.
No Ceará, segundo levantamento do Governo do Estado, 2,8 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas.
"Temos a preocupação da liberação da renda emergencial, que é a ajuda para trabalhadores informais. Isso é fundamental. Nós fizemos um levantamento que diz que 2,8 milhões deverão receber esse auxílio no Ceará, então estamos preocupados para que o Governo Federal faça essa liberação", revelou Camilo.

G1 Ceará

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário