Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Bolsonaro vai indicar irmão de Weintraub para cargo na OEA

O governo de Jair Bolsonaro decidiu exonerar Arthur Weintraub do cargo de assessor especial da Presidência e indicá-lo para um posto na Organização dos Estados Americanos (OEA). A informação foi confirmada à CNN por auxiliares diretos de Jair Bolsonaro. 
(Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil)


A Organização dos Estados Americanos é sediada em Washington, nos Estados Unidos, onde fica o Banco Mundial, instituição em que o irmão dele, ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, deve assumir um cargo de diretor. Formado em Direito, Arthur será indicado a um posto em uma das secretarias da OEA.


Segundo a CNN, a indicação do assessor especial da Presidência da República já foi acertada pelas autoridades brasileiras com auxiliares do secretário-geral da OEA, Luis Almagro.

Arthur Weintraub teria sido aconselhado por integrantes do governo a se afastar neste momento conturbado para o presidente da República, que tenta uma aproximação com os outros poderes.


No Twitter, ele ironizou sua possível saída do governo.
Os irmãos Weintraub se aproximaram da família Bolsonaro durante a campanha eleitoral, ao apresentarem proposta para uma eventual reforma da Previdência. Na época, ficaram amigos de Onyx Lorenzoni, um dos coordenadores da campanha de Bolsonaro, e passaram a contar com o apoio da ala ideológica por declarações reacionárias e polêmicas nas redes sociais.
Abraham Weintraub fugiu do Brasil no fim de junho, antes de ser oficialmente exonerado do Ministério da Educação. Há dúvidas a respeito do uso de passaporte diplomático e de qual visto foi apresentado ao setor de imigração americano.
O governo norte americano impôs restrições a passageiros que chegam do Brasil em meio à pandemia do coronavírus.
Um dia antes da viagem do ex-ministro, o senador Fabiano Cantarato (Rede-ES) havia protocolado no Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de apreensão do passaporte de Weintraub para evitar que ele saísse do Brasil.

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário