Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » » » Plano Safra 2020/2021 financia R$ 601 milhões para agricultores cearenses

Através do Youtube, o Banco do Nordeste apresentou os recursos destinados para agricultura familiar no Ceará pelo Plano Safra 2020/2021, com um total de R$ 601 milhões a serem investidos. Segundo a instituição financeira, os agricultores familiares do Estado contarão com R$ 453 milhões pelo Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar e outros R$ 148 milhões serão destinados ao agronegócio. O volume é 6,4% maior que o ofertado no ano passado, quando foram aplicados R$ 564,5 milhões a mais de 69 mil produtores no campo.
O Ceará participa com 7% do montante destinado às regiões do Nordeste, norte de Minas Gerais e Espírito Santo, previsto em R$ 8,26 bilhões, valor 6% superior ao ano passado. Do valor total previsto para safra da região, R$ 3,5 bilhões serão investidos via Pronaf, 3,2 bilhões em custeio, R$ 1,4 bilhão para investimentos e R$ 160 mil para comercialização. O BNB anunciou ainda que, caso haja demanda, terá capacidade de ultrapassar a meta prevista.
Atualmente, o Banco do Nordeste concentra 76% das linhas de crédito e negócios do setor da agricultura familiar no Ceará. Na transmissão, também foram enfatizados os produtos digitais, visando a agilidade cadastro, tomada de crédito, vistorias de equipamentos e desembolso de parcela. O BNB também divulgou incremento de investimentos em programas, como: FNE Sol, a Agenda do Produtor Rural e o Cartão BNB Agro, onde o produtor realiza todas as operações financeiras digitalmente.
Para o diretor técnico da Ematerce, Itamar Lemos, o destaque do anúncio foi a modernidade com que o banco está alcançando a digitalização dos serviços e produtos. “Há uma clara intenção do banco em simplificar e desburocratizar os processos para acesso dos beneficiários ao crédito, de modo que o produtor pode fazer tudo de casa. Cabe a nós, que fazemos a Ematerce, darmos passos mais audaciosos nesse quesito”, corroborou.
Aécio Santiago - Ascom SDA Texto e Foto

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário