Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Projeto do deputado Fernando Santana que institui Política de Incentivo ao Turismo Religioso é aprovado na AL

Com o objetivo de fortalecer e valorizar o turismo religioso, promover o desenvolvimento regional e a interiorização da atividade, a Assembleia Legislativa do Ceará aprovou, em sessão plenária na última quinta-feira (30/07), o projeto de indicação que institui a Política Estadual de Incentivo ao Turismo Religioso no âmbito do Ceará.
O projeto n° 326/19, de autoria do deputado Fernando Santana (PT), define como turismo religioso o conjunto de atividades que “incluem o deslocamento para um destino, visando a conhecer, vivenciar ou participar de atrativos e eventos relacionados à religião, com utilização parcial ou total de equipamentos, e a realização de visitas a receptivos que expressam sentimentos místicos ou suscitam a fé, a esperança e a caridade aos crentes ou pessoas vinculadas a religiões”.
Segundo o parlamentar, o Ceará se destaca no segmento religioso e possui um dos três maiores destinos de turismo religioso do Brasil, a cidade de Juazeiro do Norte, localizada na região do Cariri. Para Fernando Santana, o Ceará é um destino turístico consolidado no que diz respeito às suas riquezas geográficas, históricas e culturais, mas também “é preciso reconhecer a importância da religiosidade do povo cearense e valorizar as inúmeras manifestações religiosas que ocorrem em todo o Estado, de norte a sul, de leste a oeste, onde há manifestações marcantes da religiosidade do povo cearense”, ressalta em seu projeto.
O texto sugere ainda que o Governo do Estado invista em infraestrutura básica nas localidades com potencial para o turismo religioso, especialmente em estradas e transportes; implantação de sinalização turística; preservação e restauração de santuários, igrejas e outros monumentos religiosos; promoção do turismo religioso, além de outras medidas que visem à proteção do meio ambiente e da biodiversidade, incremento do desenvolvimento regional, promoção da inclusão social, qualificação e capacitação de recursos humanos para a área de turismo religioso, entre outros.
Por se tratar de projeto de indicação e, portanto, sugestão, cabe ao Governo, se acatar, enviar a proposta em forma de projeto de lei para a apreciação dos parlamentares.

Fonte: foto e texto Agência de Notícias da Assembleia Legislativa

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário