Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Governo do Ceará entregou a vacina contra o coronavírus a todos os 184 municípios cearenses

A campanha de vacinação contra a Covid-19 no Ceará já é uma realidade. O Governo do Ceará, através da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), concluiu o repasse de doses a todos os 184 municípios para a imunização de parte do grupo prioritário, de forma proporcional, em menos de 24 horas depois da chegada das 218 mil doses da vacina Coronavac em Fortaleza.


Com a utilização de diversas equipes, a Polícia Militar do Ceará atuou na escolta e segurança das vacinas, desde o desembarque no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins até a chegada aos mais variados destinos selecionados por meio de rotas predeterminadas e estabelecidas pela Sesa.

Os envios seguiram um elaborado plano de logística do Governo do Ceará, com lotes distribuídos na Capital e as 20 cidades polo (Caucaia; Maracanaú; Baturité; Itapipoca; Aracati; Russas; Limoeiro do Norte; Sobral; Tianguá; Acaraú; Camocim; Crateús; Tauá; Quixadá; Canindé; Crato; Juazeiro do Norte; Brejo Santo; Iguatu; Icó) que correspondem às Áreas Descentralizadas de Saúde, de onde o material foi repassado aos demais municípios de todo o Ceará.


“Deu tudo certo com a distribuição de vacinas contra covid-19 no Ceará. Toda a logística planejada aconteceu nessas últimas 24 horas, e com isso todos os 184 municípios cearenses já iniciaram a sua vacinação. Mas é muito importante que continuemos com os cuidados de prevenção, o uso da máscara, o distanciamento e o isolamento social. Embora a vacina seja uma ótima notícia, a pandemia ainda não acabou”, alertou o secretário de saúde do Ceará, Dr. Cabeto.

Profissionais da linha de frente

Seguindo a orientação do ministério da saúde, cerca de 34% dos profissionais de saúde que estão na linha de frente, idosos institucionalizados, além de povos indígenas. O restante do público-alvo da Fase 1 do Plano de Imunização será vacinado de acordo com a chegada de outros lotes, que deve ocorrer nas próximas semanas.

Por orientação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, as secretarias estaduais não estão repassando todas as doses da vacina previstas para cada município, ficando de posse com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Até agora, os municípios cearenses já recebeu 76.700 doses, destinados aos profissionais de saúde da linha de frente mais crítica de exposição ao coronavírus, e 3.600 foram distribuídas aos idosos em casas de repouso.

A vacina utilizada neste momento, a Coronavac, necessita de duas doses para garantir uma melhor defesa do corpo contra o coronavírus, com a segunda dose a ser aplicada 28 dias após a primeira. Então, com a primeira remessa de imunizantes, o Ceará vai vacinar 109 mil pessoas. E para continuar com a campanha de vacinação, o Governador Camilo Santana espera receber novos lotes o quanto antes. “Já há um cronograma e uma expectativa de receber mais doses ainda nessa semana do Ministério da Saúde. Vamos continuar essa luta para que a gente possa ter o mais rápido possível o maior número de vacinas necessárias para imunizar a população cearense”, ressaltou Camilo.

Os primeiros imunizados

A técnica de enfermagem do Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (Fortaleza), Maria Silvana Souza Reis, 51 anos, foi a primeira a receber o imunizante no Ceará. Além dela, foram vacinados Maria de Jesus de Oliveira Lima (56), serviços gerais; Francisco Adailton Alencar Braga (55), médico intensivista; Cristine Aparecida da Cunha (39), fisioterapeuta; Regiane Sousa Torres (34), enfermeira; Natanael Dourado (29), maqueiro; David Nascimento Monteiro (26), fisioterapeuta; Gabriel Braga de Oliveira (24), médico; Maria Clara Santana Silva (19), técnica de Enfermagem; Paulo Brito Lima (39), serviços gerais. Todos os profissionais atuam no Hospital Leonardo da Vinci e Hospital Geral (HGF) de Fortaleza, além de Dourado Tapeba, líder indígena do Polo Caucaia.

No Interior, o primeiro município a aplicar a vacina foi Sobral, na Região Norte. A escolhida foi a agente de saúde Ana Maria do Nascimento, 64 anos. A segunda cidade foi Barbalha, no Cariri. A contemplada foi Maria Francineide de Brito, técnica de enfermagem. Além delas, outros profissionais de saúde também seguiram o mesmo protocolo, e receberam a primeira dose.

Isa Oliveira de Freitas é técnica em enfermagem há 39 anos em Chorozinho, e ficou positivamente surpresa ao saber que seria uma das imunizadas na sua cidade. “Vivi muitos momentos difíceis aqui na pandemia, mas nunca me contaminei. Passamos por muitas tristezas, mas muitas vitórias também. E hoje fui surpreendida com a chegada da vacina até a mim, não esperava tão rápido. Espero que muito brevemente todos possam tomar sua vacina também, não dói, e nesse momento é muito importante que você se vacine também”, incentivou a profissional cearense.

Daniel Herculano Texto
Nívia Uchoa, Barbara Novais, 
Thiara Montefusco e Carlos Gibaja Fotos


«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário