Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » » Impacto da pandemia na saúde mental de trabalhadores da saúde tem avaliação até dia 31

 A pesquisa internacional The Covid-19 HEROES Study – Impacto da pandemia de Covid-19 na saúde mental dos trabalhadores nos serviços de saúde segue disponível para profissionais da saúde, envolvidos diretamente ou não no enfrentamento à Covid-19, até o próximo dia 31 de janeiro.


Realizada com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), o estudo ocorre em mais de 30 países, em 5 continentes. No Ceará, a pesquisa é coordenada pela Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Lançado em outubro de 2020, o estudo vai subsidiar ações e políticas de saúde para auxiliar gestores na tomada de decisão e contribuir para a oferta de serviços à saúde mental de trabalhadores e profissionais da saúde.

Como participar

O profissional ou trabalhador da saúde que tem interesse em participar do estudo deve responder a um questionário eletrônico. Para acessá-lo, basta entrar no site Healthcare Workers Study e selecionar a opção “Português” no menu de idiomas. Feito isto, é necessário aceitar participar do estudo para ter acesso à pesquisa.

Caso não tenha concluído todas as perguntas e deixado para responder o questionário em outro momento, o participante pode dar continuidade às respostas a partir do ponto em que parou clicando na opção “Continuar questionário” após selecionar o idioma “Português”.

400 trabalhadores cearenses já participaram do levantamento

No Ceará, mais de 400 trabalhadores já participaram do levantamento. Entre eles estão psicólogos, médicos, enfermeiros e técnicos em saúde bucal e farmácia, além de profissionais das equipes vinculadas à gestão e funções administrativas nos serviços de saúde de Fortaleza.

A pesquisa também oferece aos participantes, em caso de necessidade, um diagnóstico geral a respeito da saúde mental, podendo direcioná-los a um atendimento específico.

Os dados parciais da pesquisa apontam que cerca de 101 trabalhadores afirmaram necessitar de apoio psicológico. Destes, 63 já foram contatados para serem acompanhados por equipe do estudo – de modo presencial ou à distância.

Passada a primeira fase, o estudo continuará monitorando os profissionais que responderam ao questionário e verificando o impacto da epidemia na condições de saúde mental dos trabalhadores nos próximos 6 e 12 meses.

“A pesquisa se faz relevante porque traz essa temática muito forte da saúde mental. Seguiremos agora com esse desenho metodológico na perspectiva de melhor identificar, descrever e avaliar os fatores estressores e protetores apresentados por esses profissionais no contexto da Covid-19”, afirma o supervisor do Centro de Investigação Científica da ESP/CE, Jadson Franco.

Daniel Araújo - Ascom ESP 

Texto Deborah Muniz - Arte Gráfica


«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário