Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » » Liberação de academias depende de recuo de índices de contaminação, aponta secretário

 

Segmento ficou de fora da primeira semana de retomada das atividades estabelecida pelo governo estadual. Plano será reavaliado ao fim desta semana


De fora do novo decreto do Governo do Estado, divulgado no último sábado (10), a liberação do funcionamento das academias vai depender do recuo dos índices de contaminação, apontou Flávio Ataliba, coordenador do Comitê de Retomada e secretário executivo de Planejamento, em live realizada nesta segunda-feira (12). 

Foto: Victor Freitas/Pexels

"Nesse processo, estamos numa situação ainda não muito confortável em termos de indicadores sanitários. Temos uma tendência de estabilização, mas em números muito alto de internações. Precisamos ter uma situação um pouco mais confortável, vamos observar os indicadores. Gostaríamos abrir todos os setores ao mesmo tempo, mas temos que ter um pouco de calma", afirmou. 

No novo decreto, foi autorizado o funcionamento presencial de comércios e serviços (que inclui cabeleireiros, cartórios, consultórios odontológicos, etc.)  desde que respeitando os protocolos sanitários e os horários previstos no documento (de 10h às 16h, para comércios de rua; de 12h às 18h, para shoppings). No interior, porém, os municípios podem optar por adotar um horário único, de 7h às 13h, para liberar as atividades.

MANIFESTAÇÃO 

A exclusão das academias nesta primeira semana desagradou o segmento. Na manhã de ontem (11), profissionais do setor se reuniram na Praça da Imprensa, em Fortaleza, para protestar contra as medidas, mas o ato, que descumpre o que está previsto no decreto de isolamento social rígido, foi impedido pela Polícia.

O Conselho Regional de Educação Física da 5ª Região (CREF5-CE) informou que deve se reunir com o Governo para negociar a retomada. 

Por: Redação Diário do Nordeste

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário