Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

Conceito de Sócrates sobre a fofoca

"Quando lhes vierem com fofocas, primeiro que passem os três peneiras de Sócrates".

Na antiga Grécia Sócrates tinha uma grande reputação de sabedoria. Um dia veio alguém para encontrar o grande filósofo, e disse-lhe:

- sabe o que acabei de ouvir sobre o seu amigo?

- um momento, - respondeu Sócrates - antes que você me conte, eu gostaria de fazer-lhe um teste, a das três peneiras.

- as três peneiras?

- Sim,- continuou Sócrates - antes de contar qualquer coisa sobre os outros, é bom tirar o tempo de vazar o que se quer dizer. Eu chamo-lhe o teste dos três peneiras. O primeiro crivo é a verdade. Você já verificou se o que você vai me dizer é verdade?

- Não, só o ouvi.

- muito bem. Então, você não sabe se é verdade. Continuamos com o segundo crivo, o da bondade. O que você quer me dizer sobre meu amigo, é uma coisa boa?

- Ah, não! Pelo contrário.

- Então,- questionou Sócrates, você quer me contar coisas ruins sobre ele e você nem tem certeza que eles são verdadeiras... Talvez você ainda pode passar o teste do terceiro crivo, o da utilidade. É útil que eu saiba o que você vai me dizer sobre esse amigo?

Não, não.

- Então,- concluiu Sócrates, o que você ia me dizer não é nem verdade, nem bom, nem útil; por que você queria me dizer?

Boeing quer Aviões do Forró


Paulo Limaverde é jornalista e um dos
mais famosos comunicadores do Ceará
que escreve para a Gazeta de Notícias
Sempre fomos admiradores da Boeing, grande empresa n.americana de fabricação de aviões. A enorme fábrica de aeroplanos fica em Seatle-Estado de Washington e é líder absoluto no mercado internacional. Há bem pouco tempo foi iniciada uma composição com a nossa EMBRAER visando ampliar o mercado com a montagem de aeronaves ditas de menor porte e que a companhia brasileira lidera a venda de tais produtos no mundo inteiro. Ao fechar o negócio a Boeing se esqueceu de uma outra fábrica brasileira a AVIÕES DO FORRÓ especialistas em produzir umbigadas e requelebros. Nesses quesitos a companhia do comandante Zequinha Aristides é imbatível e detém uma formula mágica de ganhar dinheiro sem pagar um centavo de imposto. Os americanos adoram isso....Lembram-se da idolatria ao Al Capone? Nunca outro surgiu igual aquele mestre da sonegação e porisso mesmo existe um enorme interesse em comprar as ações dos AVIÕES. A começar pelo HANGAR uma casa de forró que está sendo comida pelos matos lá pela Rodovia Perimetral(ou Radial, como queiram). Dizem que o empreendimento  recreativo serviu de  modelo para a construção do Aquário da Beira Mar. Emissários especiais foram despachados para Fortaleza para conversar com o anão que não deu certo, o Carlinhos Aristides, e espera-se a qualquer momento o desfecho do negócio aeronáutico. A Boeing insiste em colocar no pacote a Solange Almeida e o Xandi Avião que seriam  negociados juntamente com o bar e restaurante Bang outrora Picanha do Cowboy. A negociação está andando célere com um vento de cauda bastante forte e o desfecho se dará a qualquer momento. O nosso governador já sacramentou o negócio e declarou que 10% vão para o PT pagar as contas dos advogados do Lula. Enquanto isso o Prefeito Roberto Claudio quer vender também o passe de uma bonita secretária da Prefeitura. E ele indaga: “ela também não é um avião?”

Senado pode impor limites a decisões do STF, hoje irrestritas


Duas propostas de emenda à Constituição (PECs) estão na pauta desta terça-feira. Uma delas - a PEC 82/2019 - restringe a possibilidade de os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) — e de outros tribunais — tomarem decisões monocráticas.


O texto impõe limites a pedidos de vista e decisões cautelares monocráticas no Judiciário. A ideia é que essas decisões fiquem proibidas nos casos de declaração de inconstitucionalidade ou suspensão de eficácia de lei ou ato normativo. Durante o recesso judiciário ou em situação de urgência e perigo de dano irreparável, o presidente da Corte deverá convocar os demais membros para decidir sobre o pedido de cautelar.

De autoria do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), até agora o texto teve parecer pela aprovação do relator, senador Esperidião Amin(PP-SC). O senador Nelsinho Trad(PSD-MS) apresentou emenda de plenário para limitar a ação do STF no que se refere à suspensão de tramitação de proposições legislativas. Da forma como está o texto, segundo o parlamentar, essa prerrogativa “estaria em aberto”.

A outra PEC, 2/2015, proíbe a tributação de remédios. O texto foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) na legislatura passada e, se aprovada em plenário, seguirá para a Câmara dos Deputados.

Originalmente, o autor, senador Reguffe (sem partido-DF) sugeriu a alteração do Artigo 150 da Constituição Federal para que todos os medicamentos destinados ao uso humano estivessem isentos de tributação. Mas a relatora, senadora Simone Tebet (MDB-MS), alterou o projeto para que a imunidade seja aplicada apenas aos impostos, e não a todos os tributos. A intenção da proposta é diminuir o valor para facilitar o acesso a medicamentos pelos consumidores.

Educação

Além de PECs, a pauta tem dois projetos de lei. Em regime de urgência, está o Projeto 3.509/2019, que atualiza a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para incluir as universidades comunitárias entre as entidades que podem fazer indicações no processo de consulta para a escolha dos membros da Câmara de Educação Superior (CES) do Conselho Nacional de Educação (CNE).

Refis


O último item da pauta é o projeto de lei complementar - PLC - 115/2018, que proíbe empresas “adimplentes e de boa-fé” de serem excluídas do Programa de Recuperação Fiscal (Refis). A regra vale mesmo que as parcelas pagas pelas pessoas jurídicas não sejam consideradas suficientes para amortizar a dívida com a União. O texto foi aprovado pela Câmara e, no final do ano passado, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Se aprovado sem alterações, será enviado à sanção presidencial.
AGENCIA BRASIL

Sesc Sonoridades leva ao Cariri A Banda Mais Bonita da Cidade



O projeto Sesc Sonoridades leva ao Cariri, no dia 24 de agosto, o grupo A Banda Mais Bonita da Cidade, do Paraná. O show acontecerá em Juazeiro do Norte. O público pode conferir diversas músicas da banda que possui estilo de MPB e Indie rock. As apresentações serão realizadas no Terreiro Mestra Margarida, em Juazeiro do Norte.
Formada em 2009, A Banda Mais Bonita da Cidade nasceu com a proposta de cantar autores locais. Ela ficou conhecida dentro e fora do País com o vídeoclipe da música Oração composta por Leo Fessato, lançado no YouTube em 2011. Em 2017 ela lançou o seu terceiro álbum, “De Cima do Mundo Eu Vi o Tempo”.
O grupo é formado por Uyara Torrente no vocal, Vinícius Nisi no teclado, Marano no baixo, Luís Bourscheidt na bateria e, atualmente, Thiago Ramalho na guitarra.
O Sesc Sonoridades tem como objetivo principal promover o acesso à cultura por meio de apresentações musicais de estilos e gêneros variados, oportunizando a vinda de diversos artistas. O projeto também dá oportunidade de acesso a apresentações de qualidade e estilos variados, permitindo assim a garantia de entretenimento cultural a baixo custo.

Serviço
Projeto Sesc Sonoridade – Show com A Banda Mais Bonita da Cidade

24 de Agosto – Juazeiro do Norte
Horário: 21h
Local: Terreiro Mestra Margarida - Juazeiro do Norte
Ingressos: Meia R$10,00 / Inteira R$20,00
Informações: (88) 35871065

Sobre o Sesc

O Sesc, instituição integrante do Sistema Fecomércio, oferece ações de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Promoção Social. Os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, empresários e seus dependentes são os beneficiados pelo Sistema, mas os serviços também podem ser acessados pela população em geral.

www.sesc-ce.com.br

Facebook: /sescceara

Instagram: sescce

Jornalistas Responsáveis:

Georgea Veras – (85) 999495499 /  Sabrina Lemos – (85) 99626.6677

Tempos difíceis para o Brasil

Vivemos tempos difíceis no nosso país. Muito difíceis. Falas e ações que beiram a insanidade e parecem buscar a banalização do absurdo. Posições extremas e de intolerância que não levam a absolutamente nada. Não podemos achar isso normal jamais. Sempre defendi o diálogo e o respeito às diferenças em prol do melhor para meu estado e para meu país. Sou um defensor intransigente da democracia, do fortalecimento das instituições e da liberdade de imprensa. Serei sempre. Diante de todos os absurdos que temos visto, resta o apelo ao bom senso. Chega de se criar polêmicas e crises! Não é o que o Brasil precisa neste momento. Temos treze milhões de desempregados e problemas graves que afligem todos os estados. A situação é delicada e preocupante. De minha parte continuarei trabalhando cada vez mais pelo Ceará e buscando o entendimento que seja benéfico para o nosso país. E continuarei combatendo o bom combate contra tudo o que ameaça nossa jovem democracia. O nosso país e nosso povo merecem muito mais

Seminário em Juazeiro do Norte vai debater ações de desenvolvimento para o Cariri



Núcleo de Comunicação
Prefeito Arnon Bezerra - Juazeiro do Norte

O Prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, irá participar do Seminário Gestão Pública - Gerando oportunidades, negócios e renda, que será realizado pelo Sebrae, na próxima terça-feira, 30, no Iu-á Hotel. O evento vai discutir ações para o desenvolvimento territorial. A programação se estenderá das 8 às 13h.

Arnon Bezerra estará ao lado do Prefeito do Cedro, Francisco Nilson Alves Diniz. Os gestores receberam, este ano, o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. No caso de Juazeiro do Norte, a premiação da fase estadual veio através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, na categoria Compras Governamentais de Pequenos Negócios. O município foi premiado, pela primeira vez, em uma década de realização da premiação.

O Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, será um dos palestrantes do seminário. Ele abordará o pioneirismo do município ao criar a Primeira Lei Municipal de Inovação e Smart Cities no Brasil, aprovada em junho de 2018. De lá pra cá, Juazeiro do Norte e a administração Arnon Bezerra tem dado passos largos rumo ao conceito de Cidade Inteligente.

Semana passada, durante participação no Smart City Business Brazil Congress, em São Paulo, Michel Araújo foi convidado a ser Vice-Presidente do Fórum Nacional Inova Cidades, cuja governança incluía apenas representantes de capitais brasileiras: Curitiba, São Paulo, Florianópolis, Recife e Maceió.

"É mais uma prova de que estamos sendo vistos dentro e fora do país. Nossas ações estão sendo reconhecidas e Juazeiro do Norte está inserido no mapa mundial da inovação," afirmou o Secretário.

Além disso, Juazeiro do Norte faz parte da Carta de Puebla -  visa a cooperação mútua de municípios brasileiros e mexicanos para inovação, desenvolvimento tecnológico e smart cities Latino Americana - , também está certificado como Município Membro da Alianza Smart Latam, uma aliança para Cidades Inteligentes, e já recebeu prêmio da multinacional Microsoft pela aprovação do Plano Diretor de Tecnologias para Cidades Inteligentes, inserido na Lei Municipal de Inovação e aprovado, por unanimidade, em 2018, de forma pioneira no Brasil.

Para o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, a melhor definição de Cidade Inteligente "é a cidade que busca  melhorar a qualidade de vida das pessoas, a exemplo de projetos como a nossa PPP", declarou Michel Araújo.

O projeto de Parceria Público-Privada - PPP- está na sua fase final, sob análise do TCE. Quando executado, irá trazer benefícios para áreas como segurança, infraestrutura e mobilidade urbana.

Outros palestrantes do seminário de Gestão Pública serão a economista, Professora Dra. Tânia Bacelar de Araújo, que trará a visão regional do desenvolvimento dentro do contexto da região Nordeste; a socióloga Tânia Regina Zapata, com o papel do turismo como indutor de emprego e renda no Cariri; e Alemberg Quindins, Presidente da Fundação Casa Grande, em Nova Olinda, mostrando a função dos pequenos municípios no envolvimento da juventude.

Galeria de fotos

AnteriorPróximo

Governo lança Novo Mercado de Gás


Programa quer estimular competição, investimentos e redução do preço de gás
Lançamento Novo Mercado de Gás
Cerimônia do Novo Mercado do Gás. ASCOM/Ministério da Economia
O programa Novo Mercado de Gás foi lançado, nesta terça-feira (23), no Palácio do Planalto. O presidente da República, Jair Bolsonaro, destacou o trabalho em equipe para impulsionar o Brasil. “Juntos nós faremos o Brasil melhor para todos”.

O objetivo do programa é promover um mercado de gás natural que favoreça a competição, os investimentos nacionais e estrangeiros e a redução dos preços da energia. Medidas essas que vão beneficiar diretamente a população.
“Isso aí vai chegar na conta de luz, na aquisição do botijão de gás, esses preços vão cair fruto da concorrência. Então, vai chegar lá na hora de pagar a conta, na hora de reencher um botijão de gás”, disse o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. “Vai haver melhores serviços prestados à sociedade e o preço será mais baixo”, completou.
As medidas previstas no programa beneficiam a população, mas também a indústria e o país. “O Brasil, até 2030, será um dos cinco maiores produtores de gás natural do mundo”, afirmou o ministro Bento Albuquerque.
O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Novo Mercado de Gás também pode gerar uma forte redução do custo da indústria brasileira. “O Novo Mercado de Gás vai nos permitir não só aumentar os investimentos no setor de energia, como gás e petróleo, mas, principalmente, reindustrializar a economia brasileira. A economia industrial brasileira sofreu muito nos últimos 10, 15, 20 anos. A indústria chegou a ser 20% do PIB e encolheu para em torno de 10% do PIB. Isso por excesso de impostos, juros altos, custos de energia, custo de logística... Então, nós estamos, a partir de hoje, atacando um componente básico, que diminui e derruba a produtividade da economia brasileira que é exatamente a energia muito cara”.
Comitê de Monitoramento
Para colocar em prática as ações, modernizar e abrir o mercado, o presidente Jair Bolsonaro, assinou decreto criando o Comitê de Monitoramento da Abertura de Mercado de Gás Natural (CMGN), que vai coordenar as ações para a quebra de monopólio do petróleo e gás natural.
O comitê será formado por representares da Casa Civil, ministérios de Minas e Energia e da Economia, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Agência Nacional do Petróleto (ANP) e Conselho Administrativo de Defesa Econômica  (Cade). Será responsável por coordenar as ações dos diversos agentes de Estado que vão atuar para a efetiva quebra do monopólio do gás natural, monitorando a implantação das ações neste sentido e propondo novas medidas ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).
Entre as ações, está o aumento do uso de gás nas termelétricas. “A participação do gás nas termelétricas crescerá substituindo o óleo diesel e o combustível, tornando a geração mais limpa. Os preços ficarão mais competitivos. Haverá redução do custo da energia, tanto para o cidadão comum, quanto para os grandes consumidores e trará melhores condições para a geração de emprego e riquezas”, esclareceu o diretor-geral da ANP, Décio Oddone.
O programa Novo Mercado de Gás possui quatro pilares: promoção da concorrência, estimular a integração do gás natural com os setores elétrico e industrial, harmonização das regulações estaduais e federal e remoção de barreiras tarifárias.