Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Ceará bate recorde e mais de 20 mil alunos de escolas públicas são aprovados em universidades

O número de aprovados em 2018 no Ensino Superior é 19,6% maior do que em 2017
O Ceará continua colhendo bons resultados pelo planejamento e investimentos realizados na educação. O número de alunos aprovados em universidades públicas e privadas no ano de 2018 foi 20.207, o que representa um crescimento de 19,6% em relação a 2017, quando 16.897 jovens conseguiram acesso ao Ensino Superior. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana, na manhã desta quinta-feira (28), em solenidade no Palácio da Abolição. O chefe do Executivo esteve acompanhado da vice-governadora Izolda Cela e da secretária da Educação, Eliana Estrela.
“Foi um aumento de quase 20% comparado ao ano anterior. Eu estava conversando com o reitor da UFC (Universidade Federal do Ceará) e quase 60% dos alunos que ingressam na Universidade são oriundos de escola pública do Ceará. Isso é algo que nos anima, nos estimula, nos dá orgulho saber o avanço que a educação cearense tem obtido nos últimos anos. Acreditamos que é através da educação que vamos construir um estado justo, de oportunidades, mais igualitário. Esse é um trabalho que não para”, enalteceu Camilo Santana, que colocou como meta ter 50% das escolas públicas de Ensino Médio em tempo integral até o final de seu mandato. Hoje, cerca de 35% já funcionam nesse modelo.
O governador ainda aproveitou a ocasião para destacar os resultados na área. “O Ceará hoje já é a melhor educação pública do Brasil. Das 100 melhores escolas brasileiras 82 são cearenses. Nós saímos do 12° lugar no Ensino Médio para 4°. A Uece (Universidade Estadual do Ceará) é considerada uma das melhores do Norte/Nordeste. Portanto, estamos aqui celebrando os avanços que a cada ano o Ceará tem alcançado e vocês fazem parte disso”, finalizou.

Produto do investimento

Foi-se o tempo em que nascer longe dos grandes centros urbanos e em uma família humilde era sinal de fracasso nos estudos ou até mesmo falta de oportunidade para se aprender. Rogério Bié, de 18 anos, é o exemplo. Hoje, de chapéu acadêmico, em pleno palco, contou como conseguiu ingressar no curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará.
Natural do município de Santa Quitéria, Rogério viveu no assentamento rural chamado Roseli Nunes. Filho de agricultores com pouco estudo e com mais cinco irmãos, ele cresceu em uma realidade que o dava poucas perspectivas de sucesso no futuro. Contudo, em 2016 ingressou na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Monsenhor Luís Ximenes Freire, em Santa Quitéria, e passou a visualizar novos caminhos.
No período em que esteve na escola, Rogério tratou de aproveitar as oportunidades e se destacar. Em 2017, criou um projeto de impacto social que ensinava inglês gratuitamente para crianças vindas de escolas públicas e de comunidades carentes. No ano seguinte, já na 3ª série do Ensino Médio, foi o único cearense a participar do treinamento de autoconhecimento e empreendedorismo aplicado pela Academia de Liderança da América Latina, em São Paulo.
Rogério Bié também foi um dos 50 brasileiros selecionados pelo programa Jovens Embaixadores, iniciativa da Embaixada dos EUA no Brasil que seleciona, anualmente, 50 jovens exemplos de liderança em suas comunidades para um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos. Durante o treinamento ele recebeu o resultado do Enem.
O jovem incentivou a todos não desistirem dos seus sonhos e não ficarem presos a uma realidade, muitas vezes desmotivante, que no futuro não agregará em nada na conquista de seus objetivos. “A educação transformou minha vida. Desde cedo vi nela uma chance de expandir meus horizontes. O que posso dizer é que tenham curiosidade de pesquisar, procurar e acreditar que, verdadeiramente, independente de quanto dinheiro se tem ou de onde se vem, é possível sim alcançar grandes coisas”, encorajou Rogério.

Ações continuadas

Para alcançar esses resultados, a gestão estadual conta com o empenho de gestores, professores e da comunidade escolar, com o desenvolvimento de ações pedagógicas para o fortalecimento da preparação de educadores e alunos, bem como a melhoria de infraestrutura. Na reta final do Ensino Médio, o Governo do Ceará tem fortalecido a estratégia de preparação do aluno para que ele conquiste sua aprovação em uma universidade. Na ocasião, são realizadas ações como o Enem Chego Junto, Chego Bem; Enem Não Tira Férias; AoGosto do Aluno; FDScurtindoEnem; e o #enemvou2dias, que dá todo suporte ao aluno nos dias de prova do exame.
Eliana Estrela destaca que o esse pacote de ações é o que fomenta os bons resultados. “Nós entendemos que o Enem é importante demais e ele começa desde a preparação da documentação para que o aluno tire logo o que é necessário, a mobilização para a inscrição e, a partir daí, o investimento em palestras, intensivos, a rotina da sala de aula. Outro ponto é o programa das competências socioemocionais para que o aluno crie sua autonomia e tenha também o desenvolvimento do seu protagonismo estudantil. Então, é um conjunto de ações que resulta nisso”, ressaltou a secretária da Educação.
Precursora na transformação educacional que o Ceará vem atravessando há mais de uma década, a vice-governadora Izolda Cela chegou a se emocionar durante a solenidade. Para ela, o que foi apresentado hoje mostra a evolução que está em andamento e que deve prosseguir. “É um número que confirma uma tendência de crescimento e desejamos chegar ainda mais longe, especialmente olhando de onde viemos, o quê que era a ausência de perspectiva dos alunos da rede estadual com relação à entrada na universidade. Isso mostra o trabalho forte de uma grande rede cada vez mais alinhada e comprometida com a juventude”, disse.

Caminho a ser seguido

Os bons resultados obtidos por outros alunos egressos da escola pública estadual e a preparação que o Estado vem dando aos seus estudantes faz Karen Alves, de 17 anos, aluna do 3° ano da Escola de Ensino Médio Maria Dolores Petrola, em Arneiroz, acreditar que no final do ano vai alcançar seu sonho de ingressar no curso de Medicina. “Estou muito animada e aproveitando as oportunidades para que eu possa dar o meu melhor e tirar uma boa nota no Enem. Os professores são muito qualificados, estão sempre fazendo atividades relacionadas à prova, dando aula no contraturno”, comentou a estudante.

AvanCE

Em 2017, o Governo do Ceará lançou o AvanCE – Programa Bolsa Universitário, que tem o objetivo de apoiar os alunos que concluíram o Ensino Médio na rede pública estadual de ensino e que ingressaram em instituições de Ensino Superior.
No primeiro edital do Programa, foram contemplados 1.000 estudantes com o auxílio financeiro. Neste ano, em sua segunda edição, serão beneficiados 2.000 estudantes com bolsa de R$ 468,50 pelo período de 12 meses. O investimento é de R$ 12 milhões. O edital já está disponível no site da Secretaria da Educação (www.seduc.ce.gov.br).

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário