Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » Petrobras reduzirá preço da gasolina e do diesel em 3%





Petrobras (PETR3PETR4) informou, nesta segunda-feira (13), que reduzirá o preço da gasolina e do diesel nas refinarias a partir da próxima terça-feira (14). A queda no valor dos combustíveis será de 3%.

A Petrobras informou que um dos fatores que influenciou a diminuição dos preços foi a queda da cotação do petróleo no mercado internacional. A redução ocorreu após o recuo das tensões entre os Estados Unidos e o Irã.
De acordo com fontes do jornal "O Estado de S. Paulo", o litro do diesel S500 ficou, em média, R$ 0,061 mais barato. Já o litro do diesel S10 foi reduzido em R$ 0,0808.
O valor da gasolina não sofria um reajuste desde 1º de dezembro. Além disso, o preço do diesel não passa por alterações desde o dia 21 de dezembro.
“Os combustíveis de petróleo são commodities e têm seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente, para cima e para baixo. Por isso, a variação dos preços nas refinarias e terminais é importante para que possamos competir de forma eficiente no mercado brasileiro“, informa a petrolífera em relação ao reajuste dos preços.

Política de preços da Petrobras

Em 2017, foi definido que os reajustes de preços de combustíveis seriam feitos de forma quase periódica. No entanto, a greve dos caminhoneiros, em maio do ano passado, foi determinante para uma nova mudança na política de preços.
A nova alteração fez com que a estatal petrolífera reajustasse os preços com um intervalo maior, de até 15 dias. No entanto, em junho de 2019, a companhia informou que não há mais periodicidade definida para os reajustes.
"A partir de agora, os reajustes de preços de diesel e gasolina serão realizados sem periodicalidade definida, de acordo com as condições de mercado e da análise do ambiente externo, possibilitando a companhia de competir de maneira mais eficiente e flexível", salientou a Petrobras.
Giovanna Almeida

Suno Notícias

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário