Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » » » Anvisa suspende retenção da receita médica para ivermectina e nitazoxanida

Farmacêutico do Cariri explica que o medicamento não tem eficácia para prevenção contra Covid
Há alguns meses surgiu no Brasil uma polêmica envolvendo o uso da ivermectina e nitazoxanida no tratamento da Covid-19, causada pelo novo coronavírus. O fato foi amplamente noticiado pela imprensa, com pessoas pró e contra o uso do medicamento que, segundo os órgãos de saúde, não possui eficácia para prevenir contra o vírus.
As vendas do medicamento aumentaram consideravelmente em farmácias, chegando a 1.892% de acordo com a plataforma Consulta Remédios, mesmo com os alertas emitidos para não utilizar a droga com essa finalidade. Com isso, ficou estabelecida a venda apenas com retenção da receita médica para não ocorrer o desabastecimento em massa.
Os remédios citados são eficazes contra parasitas e vermes, não tendo nenhuma comprovação científica além disso. No dia 1 de setembro de 2020 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) através da Decisão da Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) n° 420, suspendeu a necessidade da manutenção da receita de ivermectina e nitazoxanida na farmácia. O cidadão agora pode compra-los com apenas uma receita, não havendo necessidade de o médico prescrever uma segunda via que seria destinada à farmácia.
Segundo o Farmacêutico, Micaelce Santana, proprietário da Farmácia Magistral em Juazeiro do Norte, a decisão ocorreu tendo em vista que a Anvisa concluiu que as pessoas se conscientizaram, após campanhas e ampla divulgação, de que a ivermectina é um antiparasitário. “Não sendo eficaz na prevenção do novo coronavírus, sendo assim, com a decisão houve a diminuição da possibilidade de desabastecimento do produto no mercado”, explicou.

Por: Assessoria Commonike

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário