Imagens de tema por kelvinjay. Tecnologia do Blogger.

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA ACESSAR O SITE DO GOVERNO DO CEARÁ

Slider

Últimas Postagens

Notícias

Negócios

Política

Sociedade

Entretenimento

Cidades e Entrevistas

» » » » » » 14 unidades médicas do Ceará atingem ocupação máxima dos leitos UTI Covid-19

No Ceará, 14 unidades médicas estão com 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados por pacientes com Covid-19. A taxa de ocupação em leitos de UTI adulto encontra-se em 91.13%.


Balanço, que considera tanto unidades privadas quanto públicas, foi divulgado na plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), com base em dados colhidos até às 19h03min desta quinta-feira, 18.
As instituições que registram o limite máximo de ocupação são:
Casa de Saúde e Maternidade São Raimundo
Hospital Geral de Fortaleza (HGF)
Hospital Antônio Prudente
Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda
Hospital Otoclínica
Hospital São Carlos
Hospital Uniclinic
Hospital Municipal Dr. Argeu Braga Herbster
Hospital Regional do Cariri
Hospital Regional Norte
Hospital São José de Doenças Infecciosas
Instituto Madre Tereza de Apoio a Vida (Imtavi)
Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza
Santa Casa de Misericórdia de Sobral.
Em relação à média geral de ocupação dos leitos de UTI do Estado, balanço aponta que número está em 86.87%, porcentagem que vem se mantendo acima de 80% desde 28 de janeiro. Já quanto aos leitos de enfermaria, 68.37% estão sendo utilizados atualmente, com maior ocupação registrada naqueles direcionados para atendimento de adultos (71.57%).
Na rede pública, 89.74% dos leitos UTI estão ocupados, enquanto a porcentagem muda para 88.61% no âmbito empresarial, e para 75.81% entre entidades hospitalares sem fins lucrativos.
Atualmente, os municípios com maior taxa de ocupação são Aiuaba, Jaguaretama e Tarrafas, ambos com 100%, seguidos de Maracanaú (92.59%), Caridade (90.91%) e Juazeiro do Norte (85.71%).

Fonte: Diário do Nordeste

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário